fbpx

Você sabe como escolher a ponteira do engate para o seu reboque?

Evite problemas e acidentes com estas dicas práticas!

A imagem mostra uma caçamba de picape com uma capota instalada aberta pela metade e um braço pegando um objeto que está no interior da caçamba.

Muitos consumidores não sabem ou não se atentam a isso, mas cada reboque tem a ponteira adequada para rebocar. Isso mesmo! Não existe uma ponteira de engate padrão que atenda a todos os tipos de reboques, sejam eles carretinhas, trailers ou reboques para o transporte de barcos, motos ou jet skis. Isso porque é importantíssimo que o reboque fique no mesmo alinhamento do veículo, o que só é possível com a ponteira correta.

Mas como escolher a ponteira adequada para garantir esse alinhamento?

Nós vamos dar algumas dicas práticas. A primeira coisa a fazer é verificar qual é o tamanho do buraco quadrado do engate para receber a ponteira, pois isso não é padrão. Por exemplo, as picapes RAM têm esse receptáculo maior, já que a capacidade de tração delas é maior. Existem no mercado brasileiro engates de reboque com ponteiras de tubo de 40×40, 50×50 e 60×60, sendo que o padrão da Keko é 50×50.

Após identificar qual o encaixe necessário, vamos para o segundo passo. É preciso medir no veículo a distância desse buraco quadrado até o chão, que é a altura onde está o engate de reboque. Feito isso, coloque o trailer ou reboque bem nivelado na horizontal. Quando ele estiver bem retinho na horizontal, meça a altura a partir de onde ele encaixa na bola/esfera até o chão. A diferença entre essas duas alturas – do buraco quadrado do engate e do reboque – é o quanto a ponteira precisa compensar para baixo ou para cima. Caso contrário, o reboque vai ficar ou com a ponta mais para baixo ou empinado para cima. E o correto é ele ficar perfeitamente alinhado em relação à superfície do solo e ao piso plano.

A imagem mostra uma caçamba de picape com uma capota instalada aberta pela metade e um braço pegando um objeto que está no interior da caçamba.

Ponteira desnivelada com o reboque? Fique alerta!

Agora que você já sabe que utilizar uma altura de ponteira que não é compatível com o reboque deixará ele desnivelado do veículo, você deve estar se perguntando: mas qual o problema se eles ficarem desnivelados? Muitos!

Veja a primeira situação: se o reboque ficar desnivelado para baixo, com o engate apontando para o chão, irá ocasionar o sobrecarregamento de peso sobre a ponteira e sobre o engate. Os engates são projetados para receber determinado peso sobre a esfera, sendo que a capacidade do engate da Keko é a maior do mercado, com carga admissível de 75kg neste ponto. Se o reboque ficar deslocado para baixo, irá exceder o peso que o engate foi projetado para suportar, podendo danificar o acessório, o veículo e até causar acidentes. “Em uma frenagem, por exemplo, pode colapsar a estrutura do engate devido à sobrecarga sobre ele”, explica Maicon Boschetti, gerente de Inovação da Keko.

A imagem mostra uma caçamba de picape com uma capota instalada aberta pela metade e um braço pegando um objeto que está no interior da caçamba.

Agora a situação contrária: o reboque fica empinado para cima. Além de correr o risco de raspar o para-choque do reboque no chão ou se você estiver transportando um barco pode raspar o motor no chão, também há o risco de criar uma situação de peso negativo sobre o engate, ou seja, ao invés do reboque fazer um peso sobre a esfera do engate, ele irá puxá-la para cima. Essa situação compromete a estabilidade do veículo e pode ocasionar acidentes.

A imagem mostra uma caçamba de picape com uma capota instalada aberta pela metade e um braço pegando um objeto que está no interior da caçamba.

Então, as duas situações são comprometedoras e interferem diretamente na segurança e na condução do veículo. Elas podem ocasionar, ainda, desgastes dos sistemas mecânicos, dos freios, dos pneus e gerar sobrecarga na estrutura do veículo.

Por isso, fique alerta quando comprar e instalar o engate de reboque no seu veículo. Faça as medições recomendadas e a diferença entre a altura do carro e a altura do reboque deve ser compensada pela ponteira do engate. A Keko tem em seu portfólio mais de 10 modelos de ponteiras que atendem desde os carros mais altos até os mais baixos. O importante é escolher a ponteira adequada para garantir que todo o sistema funcione bem e com segurança. E fique ligado: todos os engates disponíveis no mercado vêm com uma ponteira-padrão, mas isso não significa que essa é a ponteira que deve ser usada em todos os casos. Como os reboques não têm um padrão único de altura, muito provavelmente será necessário comprar uma ponteira extra que mantenha o sistema alinhado e equilibrado.

A imagem mostra uma caçamba de picape com uma capota instalada aberta pela metade e um braço pegando um objeto que está no interior da caçamba.

A ponteira-padrão normalmente é calculada para que a esfera fique de 400 a 420 mm de altura em relação ao solo, que é o padrão normativo da legislação. Mas fatores como veículo carregado ou vazio, trocar o aro do pneu, rebaixar o carro, entre outros, interferem na altura da ponteira em relação ao solo e será necessário ajustar com o uso da ponteira correta, para manter o alinhamento do reboque com o veículo. Vamos imaginar a seguinte situação prática: você tem três reboques diferentes (um trailer, uma carretinha e um reboque para jet ski), cada um com uma altura diferente, e os três são tracionados com o mesmo carro ou picape. Como resolver isso? Simplesmente com a troca da ponteira. É recomendável que você tenha uma ponteira específica para cada altura de reboque. Lembre-se também de verificar sempre se o seu engate é compatível com a carga que vai tracionar e aproveite ao máximo seu acessório.

A imagem mostra uma caçamba de picape com uma capota instalada aberta pela metade e um braço pegando um objeto que está no interior da caçamba.
A imagem mostra uma caçamba de picape com uma capota instalada aberta pela metade e um braço pegando um objeto que está no interior da caçamba.

Diferencial do engate Keko

Um ponto positivo e diferenciado do engate da Keko é justamente essa flexibilidade para a troca da ponteira. O acessório vem com a ponteira removível (ao passo que muitos modelos do mercado são fixos) e a Keko tem no seu mix de produtos diversos tamanhos de ponteiras para o cliente buscar a ideal para a sua necessidade. “A maioria das pessoas não se dá conta disso, acha que é só comprar o engate, instalar e está pronto para rebocar. Mas se o reboque for diferente da altura padrão ou diferente na altura da bola do engate, teoricamente, ou não será possível usar o acessório para rebocar, ou o condutor estará colocando a sua segurança e da sua família em risco”, alerta Boschetti.

Se Inscreva